quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Terça 21 de Novembro

Hoje conversei com a Lu.Ontem não a vi na escola, e nem hoje, e como ela não pareceu aqui em casa, fui à casa dela.Ela estava estranha, meio triste, cabisbaixa.Pensei que estava chateada comigo, e pedi-lhe perdão pela grosseria do sábado.Ela me desculpou na boa, mas disse que não estava chateada com isso.Então perguntei o que a estava deixando assim, e ela desabafou.Me confessou que está mesmo grávida, e que não sabe o que fazer, pois estão todos já desconfiando, inclusive a mãe dela.Sem falar que o pai da criança ainda não sabe, e ela está sem coragem de contar.Fiquei sem reação.Não sei o que fazer, mas prometi que iria ajudá-la.Tenho que recorrer a Deus, pois Ele é o único que pode ajudar a Lu.Falei do amor de Deus pra ela, mas ela ficou meio duvidosa.Insisti que ela precisa voltar-se para Ele.Ela disse que pensará sobre o assunto.

Até mais


Carolina

2 comentários:

  1. A verdade é a solução, por mais dolorosa que seja a verdade é a saída...

    ResponderExcluir